sábado, 29 de julho de 2023

Talvez Felicidade Sem Fim (Marta Vinhais)




Participo da iniciativa da:

Desafio:


O que poderá ser uma incógnita?

Será a palavra " talvez" uma incógnita? Ou apenas um começo para o vosso poema?

Comentem, escrevam, falem das palavras até à " exaustão"....

Como sempre, as palavras em negrito e em itálico têm que aparecer no poema/texto/comentário.


Talvez
Até à exaustão
uma incógnita

Nosso Amor foi uma incógnita?
Talvez a melhor de nossas vidas,
Ele muito enfeitou nossa solidão,
Nossos dias finais no nosso ocaso.

Amamo-nos tanto, até a exaustão,
Tínhamos ternura em combustão,
Sonhávamos com nossos encontros,
Eram magias incontroláveis, amáveis.

Talvez pudéssemos morrer juntos,
Tal e qual Romeu da Julieta, envoltos
Em encantamentos, sem tormentos,
Com um Amor sólido em movimentos.

Talvez não acabaria em mera saudade,
Tivéssemos sabido final infeliz na trama,
Seria sonho de Amor eterno sem drama,
Envolto na mais pura e linda felicidade.


terça-feira, 25 de julho de 2023

No Amor, Ser Peso? (Chica)





Me abrace, que no abraço mais do que em palavras, as pessoas se gostam.
(Clarice Lispector)


♥ Botando a cabeça pra funcionar 21 ♥


 A imagem de hoje é essa:


Participando da iniciativa da amiga Chica

A metáfora do “burro de carga” e seus significados:


"A sensação de não ser inteligente, e sim um “burro”; dizer ou fazer algo que promova desgastes e perdas desnecessárias, como uma total burrice, ignorância ou inocência; levar indevidamente os outros no lombo, como uma sobrecarga, ou literalmente um “burro de carga” – muito bem representado acima na imagem, essas são metáforas perfeitas para designar ou informar sobre alguns aspectos do nosso existir."

💙💙


Amor, ah! o Amor!
Como ser bondosa, sem ser uma 'besta humana'?
Ser uma 'burra de carga' é uma desvalorização da nossa sublime capacidade de Amar, no sentido literal e amplo da palavra Amor.
Antigamente, as mulheres eram assim, o tempo passou, tudo mudou... Claro que há homens que se deixam, como nós, escravizar também, apesar de serem em muito menor número.
Como chegar a um meio termo para que ambos não se sintam peso ao outro?
Só se sabe como chegar ao denominador comum, amando...
Não se pode desvalorizar o Amor e, consequentemente, o amado do nosso coração.
Se ocorrer 'peso' é porque um não aguenta tanto acúmulo de grosserias, desprezos, menosprezos, humilhações, abandonos súbitos fazendo com a outra parte se sinta a última pessoa do planeta e é preciso muito tempo (ou talvez nunca ocorrerá) à cura.
Sentir-se  como 'burro de carga' é deplorável, a sobrecarga é desumana.
No Amor bonito, a doação irrestrita é recompensada, as gentilezas são expressas em forma de cumplicidade e não há uma dilaceração do outro, a afinidade não deixa espaço a ser trambolho, peso desnecessário, se poupa o outro de tristezas ou se comove com a dor da outra parte do relacionamento, tudo fazemos para minimizar tais disparates.
Claro está que os irracionais não têm noção de fardos, eles não minimizam dissabores.
Nós, humanos e sensíveis, sabemos perder a deixar o outro em maus lençóis.
Avolumamos em carinhos e atenção de toda sorte, mas não somos bagagem pesada.
Morremos por dentro, mas deixamos a outra parte livre para viver.
Somos conscientes de que carregamento agressivo não nos faz bem.
Suportamos tudo em nome do Amor.
O amor merece ser amado e não desprezado.
Seria uma afronta ao sentimento tão lindo, deixar o outro, abruptamente, sem que ele entenda as afrontas, as violências sem motivo como vemos nos noticiários de um modo em geral.
Amor gratuito e incondicional é sublimado.
Sé ele é assim, o resto é tudo, menos Amor.
Que pena é sentirmo-nos uma 'burra de carga' nos relacionamentos!
Que a leveza invada nossos corações e não façamos sofrer a quem amamos! Dói demais.


P.S. O índice de violência contra as mulheres está intolerável. A cada dia tem uma ou duas mortes de forma cruel aqui em meu Estado.


segunda-feira, 24 de julho de 2023

Abraço de Amor






feito de renúncia,

de generosidade, de cumplicidade. 

é o amor que cede,

o outro, mais ainda.  


seguem abraçando a vida que vivem...

Assim é o Amor.



nunca deixará de ser importante,

uma renovação constante,

todo delicadeza, compreensão.


bom é estar dentro de um abraço

ninho de amor,...

Assim é o Amor.


 

"Agora que todas as leis sociais impediam nosso

Amor, é que nos amávamos deveras 

Achávamos ungidos um ao outro.

Era a nossa sorte amar-nos."








quinta-feira, 20 de julho de 2023

Autêntico Amor


"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade".     



coração em festa, chamegos, simbiose,

fortalece na caminhada, 

é o sentido do nosso respirar.


envolve a alma e o coração,

pensamentos se aglutinam no bem,

faz-nos sentir leves.


amando e nos dedicando

ao Amor em toda sua plenitude,

dá-nos um aval de confiança.


empolga-nos,

deixa nosso coração liberto em festa,

a vida faz mais sentido.


deseja a presença, o contato do outro, 

sente o toque da pele

em todos os seus sentidos.


desconhece tempo e distância,

é energia de pureza e beleza 

o autêntico Amor.





"Só o Amor pode revolucionar todo um ser."





 

quarta-feira, 12 de julho de 2023

Beijos de Amor







Beijos...

fazem pegar fogo,

são o selo do amor,

precisam só de arrepios,

haja calor e ardor, 

vêm da leveza do amor 

simples e sereno,

cheios de paixão,

aquecem, iluminam o coração,

fazem explodir de desejo,

são aquecimento, 

florescem a emoção,

acendem a nossa luz.

são combustão.




domingo, 2 de julho de 2023

Convite ao Amor




"Seus olhos são os mais doces que eu já vi."

Irrecusável convite,

leva-nos a sonhar,

a viver o instante plenamente.


preenche nossa vida,

faz-nos falta...

eleva-nos acima da nossa condição.


é joia delicada,

não se deve rejeitar,

não o rejeito insensivelmente.



O amor é uma luz que não deixa escurecer a vida.

(Camilo Castelo Branco)






Romance à Moda Antiga -Dueto Amoroso Poema 9

  Quanta coisa cabe num olhar. É  tão expressivo, é  como falar.  (Clarice Lispector)    Eis que chegou a sexta-feira esperada por vocês par...